Como evitar os efeitos psicológicos negativos de trabalhar em Home Office?

Trabalhar em casa com seus projetos parece ótimo até você se perguntar sobre o significado da vida às duas da manhã. Mantenha-se mentalmente saudável com essas cinco dicas.

Parece um sonho trabalhar 100% do tempo home office, certo? Sem trânsito, viagens, regras e burocracias de escritório. Vestir o pijama em seu home sem aqueles olhares de julgamento dos colegas de trabalho. Quem não gostaria dessa liberdade?

Embora o trabalho remoto seja frequentemente uma vantagem e possa até melhorar a sua produtividade, tem um lado sombrio. As primeiras semanas são fantásticas, mas…sempre tem um mas, os dias podem começar a se fundir e uma sensação de isolamento pode se instalar.

Depois de um tempo você começa a perceber e se não tomar cuidado vai se sentir desconectado do resto do mundo — preso em uma bolha criada por você. O trabalho começa mais tarde e mais tarde, o que significa que você termina os projetos às 22h00 e consequentemente vai ficar acordado até às 02h00, refletindo sobre as profundezas de sua crise existencial 🤦‍♂

Mas qual é o problema?

No State of Remote Work de 2019 — uma pesquisa realizada pela startup de redes sociais totalmente remota Buffer — 49% dos trabalhadores remotos afirmaram que seu maior desafio está relacionado à saúde mental. Para ser específico, 22% não conseguem se desconectar do trabalho, 19% sofrem com a solidão e 8% lutam com motivação. Muitos trabalhadores remotos caíram nessa armadilha e alertaram sobre isso. Felizmente, seus conselhos permitiram fazer a lista a seguir para uma transição com o mínimo de prejuízo para sua saúde mental. Sem essas orientações sábias, certamente você passará pelos mesmos desafios.

Aqui estão os cinco melhores conselhos para evitar depressão, procrastinação e isolamento no Home Office:

1. Marque todos os seus compromissos de manhã cedo.

Médicos, dentistas, aulas de ginástica — qualquer coisa que possa ser feito pela manhã deve ser marcado pela manhã. Essa tática o manterá responsável por uma programação antecipada, para que você acorde e comece o dia em vez de pressionar o botão de soneca.

2. Saia na hora do almoço.

Enquanto o tempo permitir, a hora do almoço é perfeita para um passeio curto ao ar livre. Você terá uma pausa e uma dose de vitamina D, permitindo que sua mente e corpo sejam redefinidos antes de enfrentar os desafios e projetos da tarde.

3. Preencha seu calendário com eventos.

Encontrar e fazer parte de grupos vai te ajudar a mudar para esse novo estilo de vida. Vai substituir a interação social de um ambiente de escritório e fornecer uma comunidade de apoio. Eventos sociais o tirarão de casa e vão interromper os sentimentos de isolamento. Você pode encontrar atividades nas redes sociais que participa, fique de olho e não tenha receio de fazer novos amigos e se permitir novidades. 😉

4. Transforme seu escritório em um espaço que você ame.

Atualizações para o meu escritório são um dos melhores investimentos que você vai fazer. Que tal uma espreguiçadeira, algumas estantes de livros ou uma cadeira executiva ao estilo Chefão?! Procure elementos que o tornem o seu canto favorito na casa. Com o ambiente certo, você estará ansioso pelo seu dia de trabalho. Comece com os itens que realmente ajudarão sua produtividade, como um bom monitor e alguns toques estéticos acessíveis, como plantas e quadros. Você pode adicionar mais ao seu escritório, conforme o orçamento e o espaço permitirem. E pode ser aos poucos, sem dívidas.

5. Adote ou crie um Pet

Talvez a parte mais bacana dessa lista para sua saúde mental. Um pet vai trazer vida para seu espaço e acredite, nenhum dia será igual ao outro com eles por perto. Então, se você estiver iniciando seu escritório Home Office, parabéns. Você está prestes a desfrutar de um nível diferente e flexível de trabalhar. Mas lembre-se de que é muito fácil sair dos trilhos sem a estrutura e necessidade de disciplina típicos de um escritório.

Observar os sinais de alerta relacionados à sua saúde psicológica. E não esqueça: Solicite ajuda sem vergonha sempre que precisar. Esperamos que as dicas te ajudem nesse processo de adaptação ou reorganização.


Texto original escrito por: Melissa Mapes @melissaventures
Tradução e adaptação: Roberto Setra (colaborador)

Open chat
1
Olá. Podemos ajudar?
Powered by